exibições 2.128
Foto do artista Fernando Tordo

Ser Cantor

Fernando Tordo


Eu vou deixar cair as palavras sobre a melodia
Sei lá se estão certas são a minha harmonia
Se alguém me quiser ver sorrir só por satisfação
É deixar-me criar a ilusão
É deixar-me seguir
Que eu descubro o caminho
De mais uma canção

Vou deixar cair as ideias sobre a melodia
Apenas ideias ou aquilo que eu queria
Se alguém me quiser descobrir o porquê e o quê
Vê o que ouve e ouve o que lê
Cantar é fantasia
E descobre o caminho que vai dar à poesia

Ser cantor é fazer nas cantigas o que há por dizer
Argumentos paixões entrelinhas
O querer e não querer
Ser cantor é falar nas cantigas o que há para dar
Desencantos sorrisos pelos cantos
Dobrar sem quebrar

Vou deixar sair melodias que já não são minhas
Eu quero-as para todos não as quero sozinhas
Se alguém entender agitar este meu coração
Dê-me o tempo e não diga que não
É preciso viver e eu descubro o caminho de mais uma canção

Ser cantor é fazer nas cantigas o que há por dizer
Argumentos paixões entrelinhas
O querer e não querer
Ser cantor é falar nas cantigas o que há para dar
Desencantos sorrisos pelos cantos
Dobrar sem quebrar
Vou deixar cair as ideias sobre a melodia.

Em cada tarde desta vida que escolhi
Deste tempo feito aqui há um momento
Que estremece
É um carteiro que como um barco em viagem
Se não tem voz de paragem
Navegou desaparece

Em outras tardes nesta casa feita cais
Vejo um navio de sinais com pilotos de aventura
Estendem amarras que são parte doutra gente
Prendo tudo e de repente
É o mar alto da leitura

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir