É coisa de maluco, alguém falou, o segredo do outro que o outro me contou

É coisa de maluco dizer que ama, só pra levar mais uma pra cama

É coisa de maluco, niguem obedece, sinal de trânsito e faixa de pedestre

É coisa de maluco, parar o carro, e ter que pagar pra não ser roubado

É coisa de maluco, é coisa de maluco, é coisa de maluco, chose delok

É coisa de maluco, mas acontece, depois que o cara morre é que a gente reconhece

É coisa de maluco, dar beijo na boca, ficar passando uma língua na outra

É coisa de maluco, a Núbia de Oliveira, a Vera Fisher e a Isadora Ribeiro

É coisa de maluco, mas ninguem quer, ficar comendo sempre a mesmamulher

É coisa de maluco, é coisa de maluco, é coisa de maluco, chose delok

É coisa de maluco, é o maior nojo, encontrar um cabelinho num prato de miojo

É coisa de maluco, mas a polícia, vai ter que pegar a própria polícia

É coisa de maluco comer chiclete, uma borracha que não derrete

É coisa de maluco mas enriquece, o bispo disse ou dá ou desce

É coisa de maluco, é coisa de maluco, é coisa de maluco, chose delok

É coisa de maluco, mas tem gente que gosta, de vela derretida e chicotada nas costas

É coisa de maluco, aguentar o mosquito, a noite toda zumbindo no ouvido

É coisa de maluco, trabalhar o mês inteiro, depois não ver a cor do dinheiro

É coisa de maluco, mas eu queria, ver todo mundo transbordando de alegria

É coisa de maluco, é coisa de maluco, é coisa de maluco, chose delok

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog