exibições 12.584
Foto do artista Folclóre do Nordeste

O Meu Boi Morreu

Folclóre do Nordeste


O meu boi morreu, que será de mim
Manda buscá outro oh maninha.
Lá no piauí (x2)

Seu moço inteligente
Faz favô de mi dizê
Em riba daquele morro
Quantos capim há de tê
Se o raio não cortou
Se o gado não comeu
Em riba daquele morro
Tem o capim que nasceu.

Refrão

Me arresponda sem tretê
Mas me arresponda já
O que é que a gente vê
E que não pode pegá?
Aquilo que a gente vê
E que não pode pegá
É a lua e as estrela
Que no céu tão a briá.
Refrão

Vou lhe fazê uma pregunta
Pra suncê me arrespondê
Vinte e cinco par de gato
Quantas unha deve te?
Intrei no raio de sol
Saí no raio de lua
Vinte e cinco par de gato
Com certeza tem mil unha.

Refrão

Em riba daquela serra
Tem um sino sem badalo
E uma arroba de capim
Pra você comê, ó cavalo /
Em riba daquela serra
Tem um sino ferrugento
Se eu hei de comê capim
Coma você, ó seu jumento.

O meu boi morreu, que será de mim,
Manda buscá outro oh maninha
Lá no piaui.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir