Você é a mistura mais pura dos minerais
Beleza, riqueza, grandeza dos siderais
A estonteante envolvência de ser todo dia um ser
melhor
Aquela excelência de quem sempre é maior
Eminência negra que chega pra encantar
É nó na madeira, marinheiro bom de nó
Se é do mar vai tirando ondas num crescente acalmar
Não tem marimbondo que possa lhe ferroar
É tiro certeiro logo no primeiro
É a voz do terreiro, é maneiro
É de paz, um bom brasileiro que fala e diz que faz
(e faz malandro)
É bom professor pois é sempre um bom aprendiz
E ao mundo contribui pra ser feliz

É mão que dá a mão mesmo até se não der pé
E que quando chega dá prazer e ao sair
E já vem dos nossos ancestrais
(Valeu Zumbi)
Que a nossa estrela de Davi no som dos carnavais
Eu já não me canso de dizer deixa falar
Ele é nosso real cartão postal, mais musical
Bum bum, bate cundum procurundum laialaia
De Deus, é o samba, é arte de sambar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Luiz Carlos Da Vila / Wilson Das Neves · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Luiza
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.