Samba Enredo 1999 - O Príncipe Encoberto ou a Busca de Dom Sebastião na Ilha de São Luís do Maranhão

G.R.E.S. Gaviões Da Fiel (SP)


A Gaviões não acabou
(Ê, canta Marrom) E jamais acabará
Você pode acreditar, nossa corrente não será quebrada
O grito forte ecoou ô, ô, Timão, estremecendo toda arquibancada

GAVIÕES FIEL

Tem bumba-meu-boi, reisado e marujada
Tem Gaviões sacudindo a arquibancada
Tem bumba-meu-boi, reisado e marujada
Tem Gaviões, sacudindo a arquibancada
Salve!
Salve o guerreiro da fé, cavaleiro guardião
A sua espada se levanta contra o mal
(Que é que eu sou?)
Sou Gavião, tenho garra vou à luta conquistar meu ideal
Sou Gavião tenho garra vou à luta conquistar meu ideal
(Mas quando)
Quando o nobre valente partiu
Outra nação do seu trono se apossou
Surge um crença no povo clamando sua volta
Numa manhã encoberta nas ondas do mar
Na esperança, que o rei irá voltar
E viva o Rei D. João é festa, é aclamação
Acreditavam ser o D. Sebastião
E viva o Rei D. João, que restaurou seu país
No seu Império, fez o povo mais feliz
E viva o Rei D. João é festa, é aclamação
Acreditavam ser o D. Sebastião
E viva o Rei D. João, que restaurou seu país
No seu Império, fez o povo mais feliz
(Mas a busca)
A busca pelo mito continua e se espalhou pelo Nordeste doBrasil
Canudos, Serra do Rodeador, Pedra Bonita, quanto sofrimento e dor
Praia dos Lençóis, no Maranhão, vem reviver a lenda da ressurreição
E desde limiar da nossa história, o sacrifício do touro se fez tradição
E hoje, todo o céu iluminado, brilha a estrela do touro negro encantado
Tem bumba-meu-boi, reisado e marujada
Tem Gaviões, sacudindo a arquibancada
Tem bumba-meu-boi, reisado e marujada
Tem Gaviões, sacudindo a arquibancada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog