Vai cuidar de sua vida, diz o dito popular
Quem cuida da vida alheia da sua não pode cuidar

Crioulo cantando samba era coisa feia
Esse negro é vagabundo, joga ele na cadeia
Hoje o branco está no samba, quero ver como é que fica
Todo mundo bate palmas quando ele toca a cuíca

Vai cuidar de sua vida, diz o dito popular
Quem cuida da vida alheia da sua não pode cuidar

Negro jogando pernada, mesmo jogando rasteira
Todo mundo condenava uma simples brincadeira
E o negro deixou de tudo, acreditou na besteira
Hoje só tem gente branca na escola de capoeira

Vai cuidar de sua vida, diz o dito popular
Quem cuida da vida alheia da sua não pode cuidar

Negro falava de umbanda, branco ficava cabreiro
Fica longe desse nego, esse nego é feiticeiro
Hoje negro vai à missa e chega sempre primeiro
O branco vai pra macumba e já é babá de terreiro

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Geraldo Filme. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog