Sou do Interior (part. Os Barões da Pisadinha)

Gleydson Gavião


É pacada que tu quer, meu Gavião?
Vou logo trazer os reis do piseiro
Pra começar comigo, então escuta aí
Vai, meu Gavião
Ôh música boa, Gavião, chama

E de manhã acordo com o despertador do galo
Não troco minha roça por nada no mundo
Sou do interior, já me entrego na fama
Meu café da manhã é no leite da vaca

O meu estudo é na vida de gado
A minha paixão é no cheiro do mato
O meu transporte é meu alazão
Sigo montado, cantando pelas estradas do sertão

Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Vou tangendo o gado e o meu berrante tocando
Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Piseiro moendo e a poeira levantando

Ôh ôh, assim vou aboiando
Vou trasendo o gado e o meu berrante tocando
Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Piseiro moendo e a poeira levantando

É piseiro que tu quer?
Então o quê? Então o quê?
Barões Da Pisadinha e o Gavião
Chama, então toma, então toma (toma!)

O meu estudo é na vida de gado
A minha paixão é no cheiro do mato
O meu transporte é meu alazão
Sigo montado, cantando pelas estradas do sertão

Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Vou trasendo o gado e o meu berrante tocando
Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Piseiro moendo e a poeira levantando

Ôh ôh, assim vou aboiando
Vou trasendo o gado e o meu berrante tocando
Ôh ôh ôh, assim vou aboiando
Piseiro moendo e a poeira levantando

Valeu, Barões Da Pisadinha
Meu parceiro Gleydson Gavião
Tamo junto, tamo junto, tamo junto
O homem agora é rei do forró e rei do piseiro
Respeita a firma, papai
Piseiro é com nóis

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog