Eu, quando me apaixono sofro com a solidão
Me dá vergonha dizer o que sinto e me expressar
Não me atrevo a sonhar

Você, que sabe o valor que existe na palavra amar
Você me diz tudo que sente sem calar
Como as ondas do mar

Pode me mostrar o caminho eu sei
Você me traz paz, me dá forças e fé

Acreditar cada vez mais
E os milagres voltam a começar
Eu vou voar, vou com mais garra
Antes que o medo enferruge as asas
Me levanto pra recomeçar

Eu, com a injustiça, o medo e a raiva que me faz chorar
Me fecho não tenho mais forças
Não posso mudar
E as horas não passam

Eu, que perdi a batalha antes mesmo de lutar
Que não tinha vontade, não podia gritar
Agora posso avançar

Hoje com garra me ponho de pé
Sinto e o momento e agora eu sei

Acreditar cada vez mais
E os milagres voltam a começar
Eu vou voar, vou com mais garra
Antes que o medo enferruge as asas
Me levanto pra recomeçar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir