A Quem Possa Interessar...

Gog

exibições 11.036

[GOG]

Então... o QG
Apresenta ae mais um talento
...
A quem possa interessar, proposta é mudar
O que vem da boca, reflete sua forma de pensar
Não é apenas se vestir, investir na imagem
É traduzir, resistir, persistir na mensagem

[Rapadura]

Eu vou chegar e me apresentar, pra representar, manifestar todo sentimento
Além do limite, corro contra o vento, o que mais importa é cantar o que vem de dentro
Pelo povo brasileiro vou lutar, se de novo o microfone tá no ar
Estejam prontos a tudo que vier
Até o fim fiquem todos de pé
O que sou, o que sei, que sempre lutarei, seguirei, onde vou encontrar
O amor enxergar, muitas mãos a tocar, me juntar com aquele que também está a guerrear
No nordeste, no norte, tem que ser muito forte pra continuar na resistência do lugar
Essência que renascerá, ausência se libertará
Em qualquer lugar que estiver eu sei que brotará
É muito lindo ver o povo reunido no salão, cantando o refrão, abrindo o coração
Por isso que cada palavra que falo não pode ser em vão, a revolução não pode ser pura emoção
Substimado pro combate já me apresentei, não me calei, com a multidão já me juntei, guerrearei
Contra todo aquele que só quer me ver calado, derrotado, sou soldado e levantei
E assim vou na missão, nordestino
Sentindo, migrando, sentindo o toque do destino
Sei que não tô no padrão, esquisito eu resisto
Por isso que não me visto do que já estava previsto
Quando GOG falou: "aí tá vindo o rapadura" todo mundo até pensou: "é brincadeira!"
Muita gente até riu desse nome, mais depois que sentiu, quando viu, eu levantei poeira
Eis aqui um cantador a moda antiga, vai fazendo um toque antigo pra estremecer
Pra permanecer, com bravura, elevando às alturas, se segura com postura pra fortalecer
Não estou pra aqui pra ser mais um, pra fazer o show, pra descer do palco depois ir embora
Se eu não falar com alguém, serei mais um ninguém, e também não terei uma história (ora!)
Tem que por o pé no chão, sentir a multidão, visitar comunidades, conversar com os habitantes
Se apenas gritar e pedir por barulho estarei tão distante
E nesse instante, bato continência, assumo a presença, isalo transparência na freqüência
Ultrapasso a fronteira colocada pela luz na velocidade do tempo na vivência
Eu agradeço pela recepção, pela compreensão, cada lugar da ocupação de cada morador
E em cada rima a razão, faz a explosão, valendo um clarão, também um explendor
É como rebeldia, vai passando, tocando o preto e despertando rebeldia que não passa, ultrapassa
Entrelaça nossa raça e se liberta da amordaça, interpreta e manifesta a vossa massa
Andando passo-a-passo, siga aí no braço, bichão, siga que não traça ilusão
Comunica a todo mundo, vou mergulhando bem fundo no motivo que me leva esse canto por toda nação

[Refrão]

Em cada canto um canto que voa pelo ar
Os corações suburbanos não podem parar
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, me ouviu, se ouviu responda oh!!!

[Rapadura]

Não vou cantar por cantar
Não vou fazer por fazer
Não vou dizer por dizer
Não vou falar por falar
Não vou escrever por escrever
Não vou rimar só por rimar
Até porque tudo que sinto é muito mais que tudo isso e cada um que acreditou tem o que honrar

Não é só por participação, isso é mais que uma celebração
Muito mais que realização, eu preciso de tua compreensão
Se não será em vão cada palma dada a mim, cada coisa q eu escrevi
Não vou rimar nada com nada, só pra alguém divertir, vai me aplaudir, se sentir
Tem que fazer a diferença aonde quer que for, sentir o calor dos corações
Derramar suor pelas missões, então mande um aviso para as gerações
Mandar o melhor de si em frente as rejeições, seja verdadeiro com suas canções
Represento todo tempo, sentimento que cresceu, quanto significa cada palavra para os corações
Muito bom, muito bem, muita gente só te abraça porque sabe que você rima bem (e daí?)
Seria muito mais bonito se abraçasse quem tá do seu lado como ser humano também (isso aí!)
Pegar dinheiro da bilheteria, da periferia, é muito fácil dar adeus sem estender a mão
Pega o primeiro avião, não dá contribuição, fazem tudo em vão, cuspindo na solidão
Arrogância de quem não merece o carinho do povo
Deselegância, e quando aparece outro show, olha lá todo mundo de novo!
Indo para o camarim, virando a cara, quando fala nada fala, para! Nada quer dizer
Guarde seu aplauso pro final, pois a verdadeira estrela dessa noite vejo que é você
Vejo que você, faz parte do QG, muito prazer em conhecer, representar, fortalecer
Compartilhar o melhor de mim, assim fazer por merecer, resplandecer toda responsa, tem que ter
Vou marchando, cantando porque sei quem sou, militância, esperança de quem não calou
Peregrino na estrada do amor, quem sou? Repentista, ativista na defesa do trabalhador
Lavrador vai embolando, arando a terra, preparando o chão do coração brasileiro
É rapadura, chic chic o sujeito, eu trago no peito o Ceará por inteiro
(Tosse) Limpando a voz, do repente bom não sou cabra da peste
Então teste, teste, teste, que aqui passo a bomba do Centro Oeste
Então vai preparando o ouvido, liberte o sentido que tava contido, oprimido
Prepare seu ???, motivo ainda tá vivo, muito mais ativo, agora é ao vivo que revivo
Dentro de mais um rascunho (respiração)
Deixa eu respirar, sentir o ar a me tomar, continuar a caminhar
Pra que possa penetrar no olhar, e dedicar
Todos o meu canto a todos os cantos que estão comigo a cantar

[Refrão]

Em cada canto um canto que voa pelo ar
Os corações suburbanos não podem parar
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, viu, solta a voz com amor
Se alguém me ouviu, me ouviu, se ouviu responda oh!!!

[Rapadura e GOG]
Seja MC ou o quer for
tem que ter mais amor
Seja MC ou o quer for
Tem que ter mais calor
Seja MC ou o quer for
Tem que dar mais valor
Seja MC ou o quer for
Tem que ter muito mais amor

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir