Besteira pouca é bobagem
Prá quem vive na madrugada
Besteira pouca é bobagem
Prá quem é o tudo ou nada
Besteira pouca é bobagem
Nesse sapo que a gente tem que engolir
Besteira pouca é bobagem
No veneno que a gente tem que cuspir

Cobra criada não se suja por nada,
Sua bagagem já é camuflada,
Pega os lances todos de virada.
Não erra o bote é cobra criada.

Besteira pouca é bobagem
Por essa sede de liberdade
Besteira pouca é bobagem
Entre a mentira e a verdade
Besteira pouca é bobagem
Nesse sapo que a gente tem que engolir
Besteira pouca é bobagem
No veneno que a gente tem que cuspir

Cobra criada...

Cobra criada
Na madrugada
Não se suja
Língua afiada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir