exibições 8.686

Gás Neon

Gonzaguinha


Viver essa longa
Avenida de gás neon
Portas de ouro e prata
Falsos sonhos
Nessas noites de verão

Faces coloridas
Farsas de alegria
Beijos sem sabor
Gestos clandestinos
Tontos e sedentos de amor

Espinhos, rosas, risos
Pranto e tanto desamor
Cortes, cicatrizes
Gritos engasgados
Lágrimas de dor

Máscara no rosto, continua a festa
No sorriso o sal
A orquestra geme
As dores do palhaço
Triste marginal

Ai de quem mergulhar
Nesse mar de veneno
Nessa lama enfeitada
Nesse sangue das taças
Temendo sofrer

Ai de quem quer negar
Esse mar de veneno
Mil vezes maldito
Na inconsciência das vidas
À margem, há de ser
Há de ser

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog