exibições 874

Canto e Lamento de um velho semeador

Grupo Caverá


A semente dos meus dias
Atirei por esse chão.
Me cumpri como vivente
E não vi a plantação.

Com o remendo da esperança
Remendei a minha vida.
Mas um dia a vida cansa
De ser rasgada e cerzida.

Ganhou um véu de sementes
Minha mulher no labor.
Amando me plantei nela
Nasceu um novo semeador.

Abrindo sulcos na terra
Sementes lancei a esmo:
Esta terra está pedindo
Que agora eu plante a mim mesmo.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog