Lágrima de Uma Mulher

Guilherme Arantes


Que mistério pode haver
Na lágrima de uma mulher
Quando abre os seus segredos

Que momentos de aflição
Há no tremor da sua mão
Onde esconde os seus medos

No abandono
Do teu pranto eu me perdi
Não sabia o que dizer pra consolar

Tive raiva destas mágoas
Que puseram em você
Tive pena dos que nunca
Te puderam conhecer

Que mistério pode haver
Na lágrima de uma mulher
Quando abre os seus segredos

Que momentos de aflição
Há no tremor da sua mão
Onde esconde os seus medos

Eu sinto muito
Cada dor que te marcou
Ou que modificou
Seu jeito de amar

Dos estragos improváveis
De um carinho de curar
Os escudos invisíveis
Para um homem penetrar

Que mistério pode haver
Na lágrima de uma mulher
Quando abre os seus segredos

Que momentos de aflição
Há no tremor da sua mão
Onde esconde os seus medos

Eu sinto muito
Cada dor que te marcou
Ou que modificou
Seu jeito de amar

Dos estragos improváveis
De um carinho de curar
Os escudos invisíveis
Para um homem penetrar

Que mistério pode haver
Na lágrima de uma mulher
Quando abre os seus segredos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Guilherme Arantes. Essa informação está errada? Nos avise.
Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog