Camaleão

Haikaiss

exibições 117.161

[Intro]
Haikaiss, tio
Zona norte
Não é viagem

[Spinardi]
Com a sola que desgasta explica os meses
Efeito reação comparo a peixes sobre redes
Tendências, sujaram a louça que exposta posta disposta
Enquanto requiem buzina cantam Mozart e seus enfeites (ei me poupa)
Papin de escola, respiro junto a marola
Lá fora, bora pra perto do mundo que me envolvestes
(ouça) A roupa é larga é larga a roupa
E a professora explica a disciplina mas minha disciplina é outra, e ai
Já nem mais caço respostas virando as costas pra crise
A minha distração reprise Lakers versus Minnesota
E uma proposta me escolta te fecha a porta
Na volta se lembra, que o alimento se alimenta

De brinde emenda, enquanto a ponteira
É uma bala outro tapa na cara, me pensa na vala
Na angústia me entala remédio de insônia vem por encomenda
Renda dica de sobrevivência aprenda a loja do shopping
Que é cara observe meu faro madame de grana
Eu efetuo a venda
Camaleão do bom sentido, no luxo ambiente
No lixo ambiente é quente eu me torno querido
Eu não camuflo falsidades, mas pra meu gerente
Ou meu patrão omito marginalidades
(joga o jogo) de pouca verdade que resta, driblando
A mentira que infesta, passei pela fase do só o pó
Jogado no canto da festa e ai (ahh cachorro louco do lar)
Que antes da liderança eu procuro o que liderar

[Qualy]
Agora eu começo meu ato cansativo
Descansando em alerta, na madrugada ativo
O beck no freezer é mantido significa outra visão
Me mostra quem manteve leal
Separa quem é dos que não são
Vou pra outra dimensão uma outra vibe
Me pego agora só com os loco do baile
Pula na responsa, segura a bronca sem dar brecha
O dia agora é de sol mas se der mole (trif-trif) tempo fecha

Eu aprendi a me importar com break, com a rota gravada
Com seres primatas anota seus erros
Um passo do precipício a vida um ponteiro
Me passa o morteiro, distingui o parceiro
Os que entraram na guerra aqui mais cedo
Na busca da paz sem medo
E aquele que critica e não se identifica
Veremos no fim do mundo quem melhor se adapta

[Spvic]
Qual foi? Não olha feio não, jão
Enredo me coloco pra escanteio sem receio de opinião
Sua distração é rápida, satisfação se adapta
Papo de roda não me atrai é foda não me capta
Passo e cumprimento só no olho, ó
Os loki tão de molho, pensa que eu boto mala
Eu boto um do gold
A prout aqui se traga, West Coast da quebrada
Não adianta vir de embalo que não vai arrumar nada
Cicatriz antiga até no estúdio a gente sua
Tanto moleque sangue bom na rua
Zé borba gente cua, já foi, já foi bem pior
Nós por nós dá um dois e continua
Na esquina o moleque deu salve já liga da antiga
Não cita meu nome
Só ganha ferida se pisca já saca da peça (Vai! Vai!)
É, não contava com a inércia, camaleão não é camelô
E eu tô com pressa

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir