Fim de todas coisas vem, não tarda, cuidado!
Não queiras hoje recusar a graça do Salvador
Procura bem depressa, ficar abrigado
No sangue do Cordeiro, no sangue remidor

Que sangue precioso, saiu de meu Jesus!
Que sangue glorioso, vertido foi, na cruz!

O fundamento do cristão é a rocha eleita
Por isco pode resistir os ventos da tentação
A todo o que sincero, a Cristo aceita
O sangue do Cordeiro garante salvação

Quem pois ouvir, há de viver com Cristo na glória
Quem não ouvir há de morrer, tormentos padecerá
Pois quem deseja sobre o mal a vitória
No sangue do Cordeiro poder encontrará

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir