Ó Pai celeste no nome santo
Do Teu amado Filho Jesus
Grato Te sela o nosso canto
Que reverente Tua grei produz
Ó Deus, preside Teu povo unido
Com Tua graça e com Teu poder
No Santo Espírito já recebido
Nós desejamos aqui viver

Rocha divina, nossa firmeza
Dá-nos a graça, dá-nos poder
És dos Teus servos a fortaleza
Onde, abrigados, não têm pavor
Chuvas de bênçãos sempre derrama
Em abundância dos altos céus
A nossa alma, qual cervo brama
Em grande seca por Ti, bom Deus!

Rebanho santo, por Deus selado
Duma só mente, dum coração
E que assim seja realizado
Ver, esperamos, com prontidão
Ó nos defende com o Teu braço
Do inimigo, do tentador
Sempre dirige os nossos passos
As vivas fontes que dão vigor!

Manda, Senhor, a Tua mensagem
Pela divina e sacra unção
Qual o maná, que trouxe, em viagem
Para Teu povo, a consolação
Tua Palavra, água da vida
Do nosso cálice, faz transbordar
Cheia de graça, bem dirigida
Para os sedentos poder saciar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir