Sê tu meu guia, ó Cristo: Estou medroso
De andar sozinho pela solidão!
Sê tu meu guia, e o ermo pavoroso
Já não será lugar de escuridão!

Sê tu meu guia, leva-me a teu lado
Pois, junto a ti desejo estar, senhor!
Pois por teu braço, estando assim firmado
Não hei de tropeçar nem ter temor

Sê tu meu guia, em tempo radiante
Ou na bonança, ou mesmo em temporal!
Sê tu meu guia, que eu prossiga avante
Sem me afastar do rumo divina!

Sê tu meu guia, até que tenha entrada
Na casa paternal, no céu além
Ali, enfim, minha alma descansada
Terá contigo seu eterno bem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts