É meia noite e ando por ai em busca de qualquer lugar
Na companhia dos cachorros e do silêncio bipolar
E ao lado deles peço passagem pela solidão
À luz daquele poste que ilumina a escuridão

Enquanto as vielas fingem não me ver
Esqueço do mundo cantarolando as mais belas canções
E a trilha sonora da noite ressoa pelo ar
Filtrando os pesadelos que insistem em perturbar

E ao longe posso ver um feixe de luz
Abrindo os portões dos céus com seu brilho e seu calor
Enquanto o nascer do sol abraça a imensidão do mar
A cidade se levanta, mas esquece de acordar

Por trás de tudo há uma bela canção
Por trás de tudo sempre existe a emoção
O carnaval de poesias sempre foi inspiração
E um sonho louco é mais claro que a razão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir