A grande mãe tem um olho só
Ela te suga, manipula sem dó
Dessas tetas não saem leite não
Só tem miséria e comiseração

Cuidado com o Homem dos Portões
Ele te prende na sua rede de ilusões
Te separa de quem você é e então
A Internet é o futuro da civilização? (não!)

Nem vem, não tô à venda não
Não sou igual a você, meu irmão
Não tô à venda pra você me comprar
Não sou demente pra você me controlar

O grande pai é cego, mas é bom de sermão
Ele te prende pela audição
Ele te diz o que você tem que escutar
Te deixa burro pra poder controlar

Quem foi que disse que foi Deus quem escreveu
Tudo aquilo o que você já leu?
Eles te dizem o que é certo, eles te dizem o que é errado
E você nem percebe mas é controlado!

Nem vem, não tô à venda não
Não sou igual a você, meu irmão
Não tô à venda pra você me comprar
Não sou demente pra você me controlar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog