Foto do artista Hot e Oreia

Eu Vou (part. Djonga)

Hot e Oreia


[Oreia]
Woah, com família não se mexe
Minha mexe tanto que fede
Repudiam dread, preto, arte, gay e trans, beck
Moça, pobre, camelô, índio, nóis é flex
Não gostam de pessoas, só de branco nerd
Vamo pro comício, falar em comércio
Oreia, pare com isso, abra um consórcio
Vamos, coma isso
Venha, faça aquilo
O Demo é um mito e eu sou o seu sócio
Ó tio, cê tá me dando medo
Disseminando o ódio, coitado do primo preto
Fake news e zap zap, vicia que nem baque
Cê tá possuído, pelo KKK-crack
Meus parente são PT, perda total
Agora tão dançando agarradin com Satanás
Meus parente são o que? Mano, na moral
Pare, pare que eu tô passando vergonha demais

Eu vou trocar é de país
Tentar ser mais feliz, militar eu nunca quis
Eu vou trocar é de parente
Um que não seje doente, que pense mais na gente
Eu vou explodir viatura
Os banco, a prefeitura, é loucura, mas eu vou
Eu vou, eu vou, eu vou

Deus acima de tudo, Deus acima de todos
Deus acima de tudo, Deus acima de todos
Acima de todos mesmo, pisando na cabeça
Esmagando, vai, vai (aah)

[Hot]
Deus pra mim é Djonga, não me leve a mal
Militar boçal, devia soltar o anel
Vai ser até mais fácil de entrar no céu
Meu precioso, Jesus era anarquista
Num era racista, jogado na pista
Bebia vinho e chupava Madalena
Respeitava as mina e fudia o sistema
Cê tá enganado falando de família
Tá parecendo o Dória, rodeado de puta
Broxa, doido de pedra
Vou te levar no mosh pra assistir a sua queda
Essa aqui eu fiz incorporado no ancestral
O índio e o negro, espírito imortal
Suba no seu palanque, carregue seu tanque
Tamo fazendo um feitiço pra adiantar seu funeral

[Oreia]
Eu vou trocar é de país
Tentar ser mais feliz, militar eu nunca quis
Eu vou trocar é de parente
Um que não seje doente, que pense mais na gente
Eu vou explodir viatura
Os banco, a prefeitura, é loucura, mas eu vou
Eu vou, eu vou, eu vou

[Djonga]
2019, Original GE
Hot, Oreia, Djonga
(Ouçam o recado)
Só fico pensando: Qual que é a graça?
(Qual? Qual? Qual?)

Essa é a história de dois caipira foda
Dois cara parça que te fez vestir a carapuça
Cara, pulsa no sangue deles hip-hop
Cês tão nessa por ibope, por isso acham engraçado
Bora andar, ei
Nasceram de uma planta hidropônica
Da Floresta Amazônica, índio sem cobrar
Quem planta a rima irônica, colhe visão biônica
Índigos merecem seu lugar, hm
Rap game é uma brincadeira
Onde só as garotas brincam de Barbie
Talvez por isso não saibam tratar as minas
Não abrem a porta pra Minas pois talento é só um detalhe
Vendo esses cara fazendo há seis ano atrás
O que playboy aprendeu ontem e fala que é avançado
FBC, 15 ano de hip-hop
Clara com 15 rimava, acho que cês tá atrasado
Bora andar, ei
Jesus se manifesta disfarçado
Ignoram verdades e aplaudem mentiras
Imagino o Djonga, Jesus de disfarçado
O tempo tá uma bagunça, por isso só mostro a ira
Só sei que foi assim, uma noite qualquer
Quando todos dormiam, os irmão roubou comida
Umas galinha e quatro dente de alho
Tira de quem tem dente de ouro
E dá pra quem precisa, segue a cena
O povo alimentado saiu da caverna
Enxergou a luz e atacaram os poderosos
Que já tavam preparados, porcos nojentos
Deixaram geral vivo e mataram os dois de exemplo
Mas morrer por tá certo? Meu Deus, cadê você?
Eu vou ser personagem de história sem fim feliz?
O meu maior pecado é num entender qual que é a do mundo
Coisas do tipo: Por que mulher de short é meretriz?
Voz de Deus: Meus filhos, paciência
Não ligam mais pra mim, se renderam pra ciência
Quando chegarem ao céu vão me pedir clemência
Senta do meu lado que o trono é só pros real vivência
É, o som era sobre Bolsonaro
Alguns amam, outros detestam, tipo mastigar cebola
Só que não falo de quem da boca sai merda
E que de tanto falar merda, hoje a merda sai pela bolsa

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Djonga / HOT / Oreia · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Julia, Legendado por Hariel
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.