exibições 32.276
Foto do artista Igor Kannário

Na Humildade Pedindo Respeito

Igor Kannário


Eu vim das ruas e Terra onde a chapa é quente e o ódio impera
Conheço a minha quebrada e tenho respaldo em qualquer favela
Só chego na simplicidade, na humildade, não me leve a mal
Não aceito certas pilantragens de vários safados que pagam o pau
Mas vim mostrar quem sacode a periferia na disposição
Ligado nos atrasalados que mosca na pista e não pega visão
Mas vou te dizer sangue bom
Na rua ganhei meu respeito e fala pra todos otários que sou o Kannário
É o Principe do Ghetto na Humildade pedindo respeito, é o principe do ghettoo

Eu Já sei que o bagulho é louco, mas quem tem conceito nunca amarela
Meu avô já dizia: camarão que dorme a onda leva
Mas fico ligeiro e ligado com Deus do meu lado
Jamais estou só
Na pista vários terroristas com nome na lista, sujo pelo pó
Ai é que eu entro em cena e viro problema pro falso, invejoso
Sabe que a minha é essa, eu não sou de conversa, Eu Sou cabuloso
Não sou nem melhor, nem pior, mas não tente copiar meu jeito
Na cena pode até ter vários, mas só o Kannário
É O Principe do Ghetto, Na Humildade Pedindo Respeito, É O Principe do Ghetto

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir