Foto do artista G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense (RJ)

Samba Enredo 1969 - Brasil, Flor Amorosa De Três Raças

G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense (RJ)


BRASIL, FLOR AMOROSA DE TRÊS RAÇAS

Vejam de um poema deslumbrante
Germinam fatos marcantes
Deste maravilhoso Brasil
Que a lusa prece descobria
Botão em flor crescendo um dia
Nesta mistura tão sutil
E assim, na corte os nossos ancestrais
Trescalam doces madrigais
De um verde ninho na floresta
Ouçam na voz de um pássaro cantor
Um canto índio de amor
Em bodas perfumando a festa

Venham ver o sol dourar de novo esta flor
Sonora tradição de um povo (bis)

Samba de raro esplendor
Vejam o luxo que tem a mulata
Pisando brilhante, ouro e prata, a domingar
Ouçam o trio guerreiro das matas
Ecoando nas cascatas a desafiar
Ó meu Brasil, berço de uma nova era
Onde o pescador espera
Proteção de Iemanjá, rainha do mar
E na cadência febril das moendas
Batuque que vem das fazendas
Eis a lição
Dos garimpos aos canaviais
Somos todos sempre iguais
Nesta miscigenação

Ó meu Brasil
Flor amorosa de três raças (bis)
És tão sublime quando passas
Na mais perfeita integração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Carlinhos Sideral / Mathias De Freitas · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Ana
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.