Foto do artista G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense (RJ)

Samba Enredo 1971 - Barra de Ouro, Barra de Rio e Barra de Saia

G.R.E.S. Imperatriz Leopoldinense (RJ)


BARRA DE OURO, BARRA DE RIO, BARRA DE SAIA

É tempo de barra de ouro
Barra de rio, sim, senhor (bis)

E tempo de barra de saia
União de três raças por amor
(Vamos cantar...)
A Imperatriz se engalana
Por destino soberana
E traz pra este carnaval
Fatos de uma era tão marcante
Em que o ouro era constante
Despertando a cobiça Universal
Quando aventureiros vindos de além-mar
Com o ouro encontrado procuravam conquistar
Os amores das nossas negras, mulatas e sinhás
E nas barras de suas saias, entoavam madrigais
Sem saber amar
Inaê que vem do tempo
Que traz o vento (bis)
Que faz o ouro rolar no rio
Que faz o rio rolar pro mar, rolar pro mar

Olha a saia dela, Inaê
Como o vento leva no ar (bis)

Lá, laiá, laiá
Ôôô
Lá, laiá, laiá
Ouro, rio, amor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir