Eu já te disse trinta mil vezes
Eunice que sumisse
E a palavra jamais me dirigisse
Mas você persiste insiste
E se isso por si só já não bastasse
Também vem de dedo em riste
Não sei se é fácil sei lá eu se é difícil
Suplico que gostaria que você me esquecesse
E agisse tal qual nada existisse
Nunca a gente se beijasse
Nem sequer se conhecesse
Desapareça você não passa de enguiço
Por isso tome já chá (de sumiço)
Antes que o mal cresça
Melhor cortar a cabeça
Nós nos demos mal à beça
Eis aí a diferença entre saúde e doença
Foi mais que triste super-triste hiper-triste
E felicidade que é bom não trouxe
Trouxe-me nervosas crises esse lance
Não existe de você querer que alguém se vá
E ficar dizendo meu bem fique
Amor é cio é sutil um míssil confesso
Que bom seria se a gente não se visse
Eu me mandasse de navio para o Pólo Norte
Enquanto você voasse de Sampa pro Recife
E além disso que desgraça, que tolice
Tenha santa paciência adorar-te feito deusa
Teve sérias conseqüências
Não houve correspondência
Vai daí eu preferir a tua ausência
Do que a tua presença

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts