De onde vim não temos nada fácil, nada fácil
Se não corremos atrás
Se você veio de onde eu vim
Viveu o que eu vivi e venceu
Você é o melhor no que faz
Somos desacreditados, diminuídos, a minoria, o povinho
Tivemos que nos acostumar a correr o dobro
Pra chegar na metade do caminho

É foda eu sei que é
Mas sabe porquê eu falo? Porque vivi e venci!
Essa é a nossa realidade
Só sabe quem é daqui ou quem já foi daqui
Quem já passou por aqui nunca esquece
Quebrada, favela nossa raiz!
O povo que mesmo tendo pouco
Ou não tendo nada, sempre tenta se manter feliz
Tristeza é passageira, eu sei disso
Porque não é só as vitórias que eu conto
Falsos no topo são passageiros
Hey, cês descem no próximo ponto
Tô nesse corre a maior tempão
E ainda parece ser muito pouco
Meus amigos fazem corre há maior tempão
Porque foi o único jeito de arrumar um troco

Porque só sobra troco pro trabalhador brasileiro
Já na carteira dos políticos, está faltando lugar
Chuta da onde vem o dinheiro
Eu nem deveria tá falando de política
Eu já exclui da minha vida essa merda
Como disse Mano Brown, política não tem rima
Não tem swing, nem balanço, nem nada que me interessa
E assim eu sigo em frente, e assim nós seguimos em frente
Com os pés no chão, escolhas na mão
Fé no coração e esperança na mente
Só tem Um que pode tudo, só tem Um que manda
Na nossa frente não vemos barreiras
Ficam invisíveis que nem Wakanda
Não podemos tacar fogo em um beck
Mas eles podem queimar a natureza
Nossa realidade é diferente
A cada 3 panteras negras, 2 estão presas
Eu passo e já ligam a sirene, minha cor, joia rara
Vocês veem o Jhony, eles veem um bandido
Um mostro, cambada de filha da
Não sabia que crime tinha cor ou rosto

Eu bato no peito, eu sou negro
Eu não sou afrodescendente, eu sou negro
Eu não sou pretinho, eu sou negro
E foda-se se não vem mais escrito na certidão
Essa é a verdade, nasci negro, eu vou morrer negro
E se até branco quer ser negro
Por que eu deveria ter vergonha da minha cor? Hein?
Os negros entenderam a mensagem

Tive muito mais do eu que merecia
Mesmo minha família sempre tendo pouco
Por isso, tudo que eu tive, meu filho tem que ter o dobro
E é por isso que eu corro atrás
Pros meus não precisarem se preocupar com dinheiro nunca mais
Eu faço grana, faço views, faço hit e nada disso me faz
Grava o que eu vou te falar
O que tiver que ser, será
Corre atrás do que é teu, que só tava esperando você ir buscar
Grava o que eu terminei de te falar
Levanta, para de descansar
Corre atrás do que é teu e só tava só esperando você ir pegar

Eu bato no peito, eu sou negro
Eu não sou afrodescendente, eu sou negro
Eu não sou pretinho, eu sou negro
E foda-se se não vem mais escrito na certidão
Essa é a verdade, nasci negro, eu vou morrer negro
E se até branco quer ser negro
Por que eu deveria ter vergonha da minha cor?
Os negros entenderam a mensagem
Os negros entenderam a mensagem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir