Logo de manhã quando o sol desponta
Escuto a tua voz me dizendo assim
Filho meu estou aqui
Começo então a sentir tua presença
Contemplo as tuas obras e vejo teu poder
E digo assim tu és senhor

Tu és senhor do céu da terra e do mar
O infinito é obra das tuas mãos
Tudo fizeste pra te louvar
É meu prazer te adorar

Durante o dia em meu pensamento
Quando em espírito sigo a orar
Me apego a ti para não pecar
Sinto o teu toque em todo meu ser
Guiando minha vida e me fazendo ver
Não sei viver, sem ti senhor

Tu és senhor do céu da terra e do mar
O infinito é obra das tuas mãos
Tudo fizeste pra te louvar
É meu prazer te adorar

Ao entardecer por detrás dos montes
Vejo no horizonte o sol se ocultar
Se foi o dia a noite vai chegar
E de madrugada na hora mais sublime
Prossigo a te buscar
E volto a dizer só tu és senhor

Tu és senhor do céu da terra e do mar
O infinito é obra das tuas mãos
Tudo fizeste pra te louvar
É meu prazer te adorar
É meu prazer te adorar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir