Um Brinde À América Latina

João Chagas Leite

exibições 2.380

Meu irmão americano,
Hoje nada nos separa
Nem o julgo dos tiranos,
Nem idiomas, nem amarras
Porque hoje somos livres
Neste encontro de guitarras

Vim de além da cordilheira
Trago o Chile ainda ferido
A Bolívia nas olheiras
Dos meus olhos mal dormidos
E o luto de las madres
Pelos desaparecidos

(Mas brindemos esta noite
Como a pampa nos ensina
Pelo vôo do condor,
Pelas flores das Malvinas
Com o mate que é a seiva
Da América Latina)

Meu irmão americano
Vamos libertar cigarras
Esquecer os desenganos
E viver manhãs mais claras
Pois o sonho de Bolívar
Hoje pulsa nas guitarras

Hermanos de las planuras
Venho cansado de guerra
Foram noites tão escuras,
De cadenas e esperas
O fuzil e as algemas
Violentando a primavera

(Mas brindemos esta noite
Como a pampa nos ensina
Pelo vôo do condor,
Pelas flores das Malvinas
Com o mate que é a seiva
Da América Latina)