exibições 911

Baú de Mascate

João Chagas Leite


Chega mascate campeiro dos meus tempos de criança
Vem trazer água de cheiro pra enfeitar minha esperança
Teu baú de fantasias e meus sonhos de guri
Entre penas e alegrias que tempo a fora perdi

Então parti pra cidade buscando o que aqui não há
Levei a guaiaca cheia de esperança pra gastar
Caminhei por toda parte e voltei de mãos vazias
Não pude encontrar, mascate, os sonhos que me vendias

Hoje estou cuidando a estrada como quando fui criança
Pode ser que ainda pareças com teu baú de esperança.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir