exibições 136
Foto do artista João Chagas Leite

O Que Dói Na Solidão

João Chagas Leite


Depois que você se foi solidão cercou o pago
A noite perdeu o sono e o mate ficou amargo
Há um vazio de tapera, um silencio insatisfeito
A vida gastando as horas, bate bumbo no meu peito
E eu ando neste mundo grito, grito e não me ouço
Quando chamo por mim mesmo no espelho fundo do poço

O que dói na solidão não é dor de vida ausente
Mas essa morte infinita que vai vivendo na gente

O rancho estala nas tabuas, me condena, faz alarde
E o catre vazio me mata quando geme de saudade
Paira um perfume de amor que toda noite se exala
Cheiro de um corpo febril que ainda arde no meu pala
Pior que tudo isso é uma dor que não tem fim
Que morreu em você e permanece vivo em mim

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir