Só vou pra casa quando o dia clarear
Eu sou do samba, pois o samba me criou
Se por acaso um grande amor eu arranjar
Não vou pra casa, não vou, não vou

Só vou pra casa quando o dia clarear
Eu sou do samba, pois o samba me criou
Se por acaso um grande amor eu arranjar
Não vou pra casa, não vou, não vou

Eu sou do samba rasgado
Do samba bem ritmado
Que deixa a gente cansado de batucar
Mas se na roda do samba
Eu encontrar um amor
Aí, então, não vou pra casa não, senhor
Não vou, não vou

Só vou pra casa quando o dia clarear
Eu sou do samba, pois o samba me criou
Se por acaso um grande amor eu arranjar
Não vou pra casa, não vou, não vou

Só vou pra casa quando o dia clarear
Eu sou do samba, pois o samba me criou
Se por acaso um grande amor eu arranjar
Não vou pra casa, não vou, não vou

Eu sou do samba rasgado
Do samba bem ritmado
Que deixa a gente cansado de batucar
Mas se na roda do samba
Eu encontrar um amor
Aí, então, não vou pra casa não, senhor
Não vou, não vou

Só vou pra casa quando o dia clarear
Eu sou do samba, pois o samba me criou
Se por acaso um grande amor eu arranjar
Não vou pra casa, não vou, não vou

Eu sou do samba rasgado
Do samba bem ritmado
Que deixa a gente cansado de batucar
Mas se na roda do samba
Eu encontrar um amor
Aí, então, não vou pra casa não, senhor
Não vou, não vou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Roberto Roberti / Antonio Almeida · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Manoel
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.