Meu amigo: Só falo um idioma,
sequer eu tenho diplomas,
jamais fui colegial.
Não invejo cientistas com estudo
profundo,
querendo inventar novo mundo,
um mundo artificial.

Não invejo engenheiros e arquitetos
fazendo tanto projetos,
mais que fez o criador.
Quero ver toda essa sumidade
inventar outra felicidade,
igual a minha estória de amor.

Meu amor! Tão fácil foi de inventar,
Com um sorriso, um olhar
Tenho o meu mundo feliz
Sem diplomas construí modesto ninho,
cientista fui de carinhos
tudo pra ela eu fiz.

E você, falando cinco idiomas
Tem nas paredes diplomas,
és bacharel, és doutor!
Não condeno, mas vou dizer
com franqueza,
Que vale tanta nobreza.
E um coração sem amor?

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir