Preciso consertar meu mundo
Mudar minha vida
Preciso arrebentar os elos
Dessa covardia

Não posso mais pensar que o amor
É um beco sem saída
Preciso retornar de vez
A dor dessa agonia

Você não liga pra o que eu faço
Com o que sinto, eu quero
Parece até que se diverte
Com meu desatino

Ao ver que eu quase me arrebento
E que me desespero
Mas dessa vez eu viro a mesa
Mudo meu destino

Eu tenho que tomar vergonha
Eu tenho que partir pra luta
Cansei de ser gato e sapato
De quem não me escuta

Eu tenho que tomar vergonha
Meu Deus, eu já sofri à beça
Agora eu vou partir pra outra
Agora eu saio dessa

Preciso consertar meu mundo
Mudar minha vida
Preciso arrebentar os elos
Dessa covardia

Não posso mais pensar que o amor
É um beco sem saída
Preciso retornar de vez
A dor dessa agonia

Você não liga pra o que eu faço
Com o que sinto, eu quero
Parece até que se diverte
Com meu desatino

Ao ver que eu quase me arrebento
E que me desespero
Mas dessa vez eu viro a mesa
Mudo meu destino

Eu tenho que tomar vergonha
Eu tenho que partir pra luta
Cansei de ser gato e sapato
De quem não me escuta

Eu tenho que tomar vergonha
Meu Deus, eu já sofri à beça
Agora eu vou partir pra outra
Agora eu saio dessa

Eu tenho que tomar vergonha
Eu tenho que partir pra luta
Cansei de ser gato e sapato
De quem não me escuta

Eu tenho que tomar vergonha
Meu Deus, eu já sofri à beça
Agora eu vou partir pra outra
Agora eu saio dessa

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Elias Muniz / Fátima Leão · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por PEDRO
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.