Realidade Crua

Joca Martins

exibições 23

Um dia qualquer de incertezas
e eu tento, de novo, ser feliz
O café já esfriou na mesa,
mas, fome, nada mais me diz

E quantas vezes você tem a chance
de escapar da vida por um triz?
Se é importante trabalhar, que seja
mas prefiro ler Machado de Assis!

Não consigo soletrar "beleza",
nem posso sonhar em ser atriz
E nunca possuirei riquezas,
mas ser ladrão eu nunca quis!

Quem me dera consertar meus erros
com apenas um pedaço de giz...
Redesenhar a minha vida inteira
ou me afogar dentro de um chafariz!

Esquece agora o meu pranto,
se não me canso, e não avanço
Pra quê me esforço tanto
se nunca alcanço, e nenhum santo
nesse meu canto me dá descanso...?

É preciso muito mais que firmeza
por um prato de arroz com feijão
E, se você pensar na sobremesa,
será, no máximo, um mamão!

Já cansei de todas essas rezas,
ir até a igreja ouvir sermão
A única coisa que me dá certeza
é a fé no calo destas mãos!

Fique atento à verdade:
Já não existe sinceridade
Não fique na ansiedade
por ver na nossa sociedade
algum sinal de humanidade...

Se tiver em mente o que deseja
é mais fácil correr atrás, então!
Só será preciso que esteja
alerta pra uma decepção...

Não basta apenas o suor que enseja
em suas vestes, com ar de sofridão
É só lembrar que aquilo que lateja
em suas veias é menos de um tostão

Não seja tolo, aquele que fraqueja
é massacrado, sem dó e sem razão
Pra conquistar o que você almeja
o seu melhor amigo dirá "não!"...

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir