Olha seu moço,
Quanta saudade que eu sinto,
Do sertão onde eu nasci,
Onde plantava minha roça
A gente lutava contra praga
E a seca,
Sofria fazendo cerca
Pra nao deixar a criação
Entrar na minha lavoura e comer a plantação.

Vida que eu vivi,
Vida que eu sofri
As sementes que eu plantei,
Os frutos que eu colhi.
Levei para a cidade,
Nao teve preço e eu perdi
Por isso eu deixei o sertão onde nasci.
Olha seu moço,
Hoje moro na favela,
Construi uma cidade,
Mas nao posso morar nela,
O que eu ganho muito mal,
Dá pra comer, tenho esposa e tenho filhos
Nao sei mais o que fazer?
Voltar nao posso,
O jeito é ficar por aqui,
E cumprir a minha sina até quando deus quiser.

Vida que eu vivi,
Vida que eu sofri...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Amilton Campos De Oliveira / Jocimar Campos De Oliveira. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por VANIA. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts