Enquanto eles se batem
Sem saber porque
A gente se pega e se joga
Na brutal flor do querer
Mistério de tudo, enfim
A verdade enfrentar
Te libera menina
Exorciza essa dor
E vamos a vida a gozar

Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar
Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Vamo, não desanima
Até quarta-feira chegar

Enquanto eles se batem
Sem saber porque
A gente se pega e se joga
Na brutal flor do querer
Mistério de tudo, enfim
A verdade enfrentar
Te libera menina
Exorciza essa dor
E vamos a vida a gozar

Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Vamo, não desanima
Até quarta-feira chegar
Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar

Enquanto eles se batem
Sem saber porque
A gente se pega e se joga
Na brutal flor do querer
Mistério de tudo, enfim
A verdade enfrentar
Te libera menina
Exorciza essa dor
E vamos a vida a gozar

Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar
Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar

Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar
Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar

Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar
Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Até quarta-feira chegar

Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Simbora, menina
Simbora, menina
Escandalizar
Se joga na vida
Vamo, não desanima
Vamo, não desanima
Até quarta-feira chegar

Escandalizar
Se joga na vida
Mete o dedo na ferida
Vamo, não desanima
Simbora, menina
Simbora, menina
Não desanima
Vamo, simbora, menina!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir