Eu não sei distinguir, se é insônia ou saudade
Não consigo mais dormir
Não se é costume ou vontade
De te ter por perto
Um abraço sincero ou qualquer coisa assim
Você tá tão distante
Mas quem sabe um dia o vento te traga pra mim
Ou não, já não é como antes
Vou me acostumando com essa ideia de não te ter aqui

Eu vou deixar você ir
Se voltar é porque seu amor sempre foi meu
E caso contrário ele nunca me pertenceu
Nunca me pertenceu
Eu vou deixar você ir
Se voltar é porque seu amor sempre foi meu
E caso contrário ele nunca me pertenceu
Nunca me pertenceu

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir