Tereza! Tereza! Tereza!

Cadê Tereza?
Onde anda
A minha Tereza?

Tereza foi ao samba lá no morro
E não me avisou
Será que arrumou outro crioulo
Pois ainda não voltou

Mas!
Cadê Tereza?
Onde anda a minha Tereza?
Cadê Tereza?
Onde anda a minha Tereza?

Tereza minha nêga, minha musa
Eu gosto muito de você
Sou um malandro
Enciumado, machucado
Que espera por você

Eu juro por Deus
Se você voltar
Eu vou me regenerar
Jogo fora o meu chinelo
Meu baralho
E a minha navalha
E vou trabalhar
Jogo fora o meu chinelo
Meu baralho
E a minha navalha
E vou trabalhar

Mas!
Cadê Tereza?
Aonde anda
A minha Tereza?

Tereza foi ao samba lá no morro
E não me avisou
Será que arrumou outro crioulo
Pois ainda não voltou

Mas!
Cadê Tereza?
Aonde anda
A minha Tereza?

Tereza minha nêga, minha musa
Eu gosto muito de você
Sou um malandro
Enciumado, machucado
Que espera por você

Eu juro por Deus
Se você voltar
Eu vou me regenerar
Jogo fora o meu chinelo
Meu baralho
E a minha navalha
E vou trabalhar
Jogo fora o meu chinelo
Meu baralho
E a minha navalha
E vou trabalhar

Mas! Por Deus!
Cadê Tereza?
Aonde anda a minha Tereza?
Mas!
Cadê Tereza?
Aonde anda a minha Tereza?
Mas!
Cadê minha Tereza?
Minha amada idolatrada
Salve! Salve!
A mais amada
Adorada do meu Brasil
Tereza a minha
Glória nacional

Tereza!
O negocio é você voltar nêga
A rapaziada toda lá em cima
Já tá arrumando, olha aí!
Pintei e barraquinho
Todinho de azul e rosa
Todinho prá você, aquilo tudo
Tereza!
Cam bak minha nêga, cam bak
Sou malandro apaixonado
Caí na realidade que te amo
Sá quero você
Depois de você Tereza
Bem depois, só o Flamengo
Olha aí!
Volta Tereza, volta
O negócio é você voltar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog