Deus, quero minha herança
Não importa quanto tempo
É preciso esperar
Quero fazer como fez Calebe
Por quarenta e cinco anos
Não deixou seu coração envelhecer

E o tempo foi passando
Os combates se findando
Chegou para Josué e assim falou: Me dá o que é meu!
Era terra de gigantes, mas tão forte como antes
Assumiu mais um combate
E tomou posse do que era seu

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu Deus, quem impedirá?
Se Ele começou a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar

Deus, quero minha herança
Não importa quanto tempo
É preciso esperar
Quero fazer como fez Calebe
Por quarenta e cinco anos
Não deixou seu coração envelhecer

E o tempo foi passando
Os combates se findando
Chegou para Josué e assim falou: Me dá o que é meu!
Era terra de gigantes, mas tão forte como antes
Assumiu mais um combate
E tomou posse do que era seu

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu Deus, quem impedirá?
Se Ele começou a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar

Quem começou em mim
A boa obra é fiel
Para terminá-la, eu sei

Quem começou em mim
A boa obra é fiel
Para terminá-la

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu Deus, quem impedirá?
Se Ele começou a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu Deus, quem impedirá?
Se Ele começou a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Anderson Freire. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Natasha. Legendado por Gabriel. Revisões por 4 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog