exibições 5.234

Chamas da Vida

k a m a i t a c h i


Sinta essa dor fantasma que esfria tua alma
E congela o teu coração
Vigia com os lobos da matina
Que morrem de anemia por falta da sua refeição
Tua espada está sempre vermelha
Com sangue de ovelha
Mas isso não te causa aflição
Teu rosto tem cinzas de uma vasta
Terra devastada por necessidade de destruição

Por que você não apaga as chamas da vida?
E dê motivos para os mortos acharem a saída

Lembra
Daquela era vazia
Que os corvos conduziam
As pessoas sem luz pra redenção!
Lembra?
Sangue era o que chovia
Luxúria, orgulho e irá
Veio a selar teu coração

Tua espada está sempre vermelha
Com sangue de ovelha, mas isso não te causa aflição
Teu corpo queima como brasa
Teu dedo indica as almas
Teus olhos veem além da escuridão

Por que você não apaga as chamas da vida?
E dê motivo para os mortos acharem a saída

Lembro do teu corpo fraco que ajoelhado
Esconde o sol com medo que ele volte a brilhar

Lembro do caos, do desespero
Daquele sol negro
Que faz os mortos
Caminharem
Caminharem
Caminharem
Caminharem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir