ELA:
Aperreada,
No meio de uma quente madrugada,
Por uns amigos eu fui arrastada
Pra conhecer o xote e o baião
Fim do sossego,
Eu me peguei no meio de um chamego
Meu corpo todo quase foi ao prego
Se o cabra me soltasse eu ia ao chão

ELE:
Ó, japonesa,
Bichinha, tu dança que é uma beleza!
Vem mais pra cá, prumodi eu tê certeza,
Baião-de-dois, sanfona e violão!
Lá vem a aurora,
Mas, fica, meu xodó, num vá simbora!
Aqui tá bem mais quente que lá fora,
Desiste de pegá o avião!

JUNTOS:
Gente alegre, entregue à dança,
Esse povo não se cansa!
De manhã, no arrasta-pé,
Ninguém arreda pé!

ELA:
Despenteada,
Os pés doendo, a roupa ensopada,
Mamãe, eu parecia alucinada
E tudo ao som de um tal de Gonzagão!
Eu toda mole
E o homem lá mandando ver no fole
O cabra esperto quase me engole
Mamãe, que diferença do Japão!

ELE:
Ó japonesa...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir