Lucille

In a bar in Toledo across from the depot
On a barstool, she took off her ring
I thought I'd get closer so I walked on over
I sat down and asked her name
When the drinks finally hit her she said
I'm no quitter but I finally quit livin' on dreams
I'm hungry for laughter and here ever after
I'm after whatever the other life brings

In the mirror, I saw him and I closely watched him
I thought how he looked out of place
He came to the woman who sat there beside me
He had a strange look on his face
The big hands were calloused, he looked like a mountain
For a minute I thought I was dead
But he started shaking, his big heart was breaking
He turned to the woman and said

You picked a fine time to leave me, Lucille
With four hungry children and a crop in the field
I've had some bad times, lived through some sad times
But this time your hurting won't heal
You picked a fine time to leave me, Lucille

After he left us, I ordered more whiskey
I thought how she'd made him look small
From the lights of the barroom
To a rented hotel room
We walked without talking at all
She was a beauty but when she came to me
She must have thought I'd lost my mind
I couldn't hold her 'cause the words that he told her
Kept coming back time after time

You picked a fine time to leave me, Lucille
With four hungry children and a crop in the field
I've had some bad times, lived through some sad times
But this time your hurting won't heal
You picked a fine time to leave me, Lucille

You picked a fine time to leave me, Lucille
With four hungry children and a crop in the field
I've had some bad times, lived through some sad times
But this time your hurting won't heal
You picked a fine time to leave me, Lucille

Lucille

Em um bar em Toledo, na frente do depósito
Em uma banqueta, ela tirou o anel
Eu pensei em me aproximar, então eu andei
Sentei-me e perguntei o nome dela
Quando os drinks finalmente a atingiram, ela disse
Eu não sou desistente, mas enfim parei de me iludir
Estou faminta por risos e neste lugar
Estou atrás do que a outra vida traz

No espelho, eu o vi e o observei de perto
Eu pensei em como ele parecia deslocado
Ele veio até a mulher que estava sentada ao meu lado
Ele tinha um olhar estranho em seu rosto
As mãos grandes estavam calejadas, ele parecia uma montanha
Por um minuto, pensei que eu estava morto
Mas ele começou a tremer, seu grande coração estava partido
Ele se virou para a mulher e disse

Escolheu uma boa hora pra me largar, Lucille
Com quatro crianças famintas e uma colheita no campo
Eu tive momentos ruins, passei por maus bocados
Mas dessa vez seu machucado não vai sarar
Escolheu um bom momento pra me largar, Lucille

Depois que ele nos deixou, pedi mais uísque
Eu pensei em como ela o fez parecer pequeno
Das luzes do bar
Para um quarto de hotel alugado
Nós andamos sem falar nada
Ela era uma beleza, mas quando veio até mim
Ela deve ter pensado que eu enlouqueci
Eu não pude tocá-la porque as palavras que ele disse
Ficavam voltando uma e outra vez

Escolheu uma boa hora pra me largar, Lucille
Com quatro crianças famintas e uma colheita no campo
Eu tive momentos ruins, passei por maus bocados
Mas dessa vez seu machucado não vai sarar
Escolheu um bom momento pra me largar, Lucille

Escolheu uma boa hora pra me largar, Lucille
Com quatro crianças famintas e uma colheita no campo
Eu tive momentos ruins, passei por maus bocados
Mas dessa vez seu machucado não vai sarar
Escolheu um bom momento pra me largar, Lucille

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Hal Bynum / Roger Bowling. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Camila e traduzida por Lucille. Revisão por Lucille. Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog