Justificando numa carta a canção

Gata sarada assim voce me mata o tempo vai passando vou sentindo a sua falta
Brigar pra que não vou me lamentar mas deixe ao menos eu poder te relatar
Testemunho é de um acontecimento não foi amor foi coisa de momento nossos sonhos não podem terminar me de uma chance gata agora eu vou mudar
Sentimento puro fiel e verdadeiro a sua falta já me leva ao desepero
Tentações pelas ruas onde eu passo não trocaria o meu certo pelo errado a noite é um vício onde muita coisa rola é na madruga que a gente se encorpora mulheres, sexo, bebida e muito mais eu te prometo noitada nunca mais

É nessa carta eu justifico amor
Justificando numa carta a canção

O tempo passa e a solidao já me alcança você é tudo pra mim minha bonança vida eu te dou meu coração em uma carta em forma de canção a sua ausência atormenta o meu sossego eu já não sou mais o mesmo do começo meus amigos sempre perguntam por você eu me retiro por não sei o que dizer meu semblante quem conhece me garante é que a saudade de você é muito grande eu só queria ter você como era antes e lapidar como um belo diamante, reciclar a maneira de te amar, te respeitar e nunca te deixar filosofia bem que agora eu mudaria essa tristeza que me envolve dia a dia

É nessa carta eu justifico amor
Justificando numa carta a canção

Como é que eu posso resistir a solidão e tudo não passa de uma separação que no inicio parecia tão real agora eu vivo um tremendo temporal que não passa a saudade me arrasa até sonhei que você voltou pra casa, outro dia eu fui até aquela praça onde a gente namorava eu tô sem graça tu se lembra do nosso primeiro beijo cheio de desejo coisas de cinema são cenas que eu jamais vou esquecer eu entornando coca cola em você que pena que tudo isso acabou mas do passado eu me recordo com amor eu já mudei sem nenhuma intenção justificando numa carta a canção

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir