Um whisky, um cigarro, e um garçom enchendo o saco
Diz que vai fechar o bar
Eu pago cem reais para o que ainda resta na garrafa
Ele não quer vender, pra não me ver chorar

Eu já bebi demais, mas eu não vou voltar pra casa
Hoje eu vou dormir na rua
Se eu me tornar um vagabundo por aí
A culpa é sua

Já tô tonto, chato e ninguém tá me suportando
Mas perdoa, eu já não sei mas o que eu tô fazendo
Isso vai passar
Mas só quando ela voltar pros meu braços

E eu que nem bebia, nem saia
Só me dedicava a ela
Eu vivia, só pra ela
Se hoje eu choro tanto
Se eu já tô tonto
E se eu vou dormir na rua

Isso não me importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua

Já tô tonto, chato e ninguém tá me suportando
Mas perdoa, eu já não sei mas o que eu tô fazendo
Isso vai passar
Mas só quando ela voltar pros meu braços

E eu que nem bebia, nem saia
Só me dedicava a ela
Eu vivia, só pra ela
Se hoje eu choro tanto
Se eu já tô tonto
E se eu vou dormir na rua

Isso não me importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua

E eu que nem bebia, nem saia
Só me dedicava a ela
Eu vivia, só pra ela
Se hoje eu choro tanto
Se eu já tô tonto
E se eu vou dormir na rua

Isso não me importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua

Isso não me importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua
É sua

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Airo Barcelos. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Michele. Legendado por Raimundo e Leandro. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog