Mundo de ilusão
Distante dos própios medos
Como uma prisão
Imagem do seus desejos

Preso em meus sonhos
(como vou mentir?)
Refletindo a tristeza

Eu não vou sorrir
(e não vou chorar!)
E agora?
Como-i-rei-vi-ver!

Eu percebo não sou mais!
Meus desejos não vou mais.

Refrão:

Me enganar, fingir esquecer
Vou tentar continuar
A imagem me conduz a esquecer quem sou
Vou tentar me encontrar.

O mundo real
Distante dos própios medos
O que tenho que fazer
É enfrentar meus medos

Preso em meus sonhos
(como vou mentir?)
Refletindo a tristeza

Eu não vou sorrir
(e não vou chorar!)
E agora?

Eu percebo não sou mais!
Meus desejos não vou mais.

Refrão:

Me enganar, fingir esquecer
Vou tentar continuar
A imagem me conduz a esquecer quem sou
Vou tentar me encontrar.

Final:

Como se tivesse tudo que parece
Não ser real, reflexo letal
E toda magia que eu sentia
Não se disperdiçou o espelho quebrou!

Anjos do céu me fazem voar!
Estrelas do céu me fazem sonhar!

Vou voar!
Vou gritar!
Pra encontar!

Um caminho!
Um sentido!
Pra viver!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir