Quero dizer-te minhas verdades

Sujas!

Atraverssar-te com minhas palavras

Burras!


Não sou mais do que pareço

Não há mistérios em meu pensamento


Não há o que perdoar

Só há desejos!

Que se transformam mais tarde

Em um lamento


Depois do beijo o pecado

E lá vem todos com seus julgamentos


Talvez teus olhos um dia

Vejam!

Verdades tais que não caibam

Nesse momento


Viver é necessário

Mesmo silenciando o teu passado


Sou vil, sou louco

Sou como todos que lhe dão beijos

Sou vil, sou louco

Sou como todos que lhe dão beijos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir