O meu amor era muito atrevido
Tinha fama de grande saltitão,
Mas eu disse-lhe que estava perdido
No dia em que me fisgou o coração
Pedi-o logo em casamento
Em sua cabeça queria juizinho
De cada vez que armava um pé-de-vento
Tinha logo que dar-lhe um avisinho

Se te portas mal, vai haver terror
Se te portas mal, tu vais sentir dor
Se te portas mal, ai por favor
Vou ter que te dar e tu vais levar
Pancadinhas de amor

Todos os dias era uma aventura
O que ele queria era andar na festa
Mas eu não sou mulher de amarguras
E muito menos de coisas na testa
Um puxão de orelhas com jeitinho
Na altura certa é sempre bem dado
Traz de volta todo o juizinho
À cabeça perdida do teu amado

Se te portas mal, vai haver terror
Se te portas mal, tu vais sentir dor
Se te portas mal, ai por favor
Vou ter que te dar e tu vais levar
Pancadinhas de amor

Os homens custam a ter poiso certo
A não ser que ponhas rédea curta
Nem sempre fazemos o correcto
Mas o que importa é ganhar a luta
Faço o caminho da felicidade
Aquele que toda a gente quer
Escuta bem este conselho de verdade
Que te dou de mulher para mulher

Se te portas mal, vai haver terror
Se te portas mal, tu vais sentir dor
Se te portas mal, ai por favor
Vou ter que te dar e tu vais levar
Pancadinhas de amor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir