Foi assim:
Eu tinha alguém
Que comigo morava,
Mas tinha um defeito,
Que brigava
As vezes, com razão
Ou sem razão.

Mas depois,
Encontrei uma pessoa diferente,
Que me tratava carinhosamente,
Dizendo resolver minha questão,
Mas não!

E depois,
Deixei a criatura que eu morava
Por essa criatura que eu julgava
Que fosse compreender todo meu eu,
Mas, no fim,
Fiquei na mesma coisa em que estava,
Porque a criatura que eu sonhava
Não foi aquilo que me prometeu.

Será que é meu destino?
Será que é meu azar?
Mas tenho que viver brigando!
Se todos no mundo
Encontram seu par,
Por que só eu vivo
Trocando?

Se deixo de alguém
Por falta de carinho,
Por brigas ou outras coisas mais,
Quem aparece
No meu caminho
Tem os defeitos iguais!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir