Ao lhe pedir em casamento
Esqueci de lhe dizer
Que eu não sou o rapaz normal
Que você esperava ter
Minhas manias tão excêntricas
Podem até lhe incomodar
Mas não se esqueça benzinho
Para sempre hei de lhe amar
Um maridinho carinhoso
Posso até me revelar
Mas meu sadomasoquismo
Você vai ter que aturar
Na hora do amor
Só vendo televisão
E comendo chocolate
Com a barriga no colchão

(Olha aí a nova posição)
E por falar em posicionamento
Tenho constatado que a
Esquerda festiva, assim como a
Anarquia compungida, possuem
Características comuns com a
Direita compenetrada, o que
Leva a crer que dois adjetivos
Quando acasalados, não
Possuem a mesma sobriedade
De uma só qualificação. Mora!
Ao lhe pedir em casamento
Esqueci de lhe dizer
Que eu não sou o rapaz normal
Que você esperava ter
Minhas manias tão excêntricas
Podem até lhe incomodar
Mas não se esqueça benzinho
Para sempre hei de lhe amar
Você há de gostar
Do meu rol de amizades
Todos prezam a tradição
A família e a propriedade
O pediatra já dizia
Esse menino é um problema
Sofre de esquizofrenia
É um fruto de sistema

(Olha aí sempre o mesmo tema)
E por falar em temática, tenho
Constatado que o movimento
Estudantil, assim como os
Demais setores mobilizados da
Nossa sociedade civil, insistem
Num debate conjuntural
Olvidando seus problemas
Mais cruciantes e prementes
Tais como a obrigatoriedade do uso de papel
Higiênico perfumado nos
Banheiros das nossas
Faculdades!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir