O sol bate forte lá em cima
Dá até pra fritar ovo no asfalto!
Preparo o molho e a galinha, a farofa e o pé de pato!
Ponho bermuda e camisa, minha prancha já está do lado
Não posso perder esse trem
Por isso desço o morro vuado!
Tropeço, caio, me ralo, mas não tem problema
Que eu estou a imaginar
O céu, o sol, o mar, mulher, gente bonita pra se ver e paquerar
A praia eu vou, surfar
Em cima desse trem pra mim não tem lugar!
Eu vou pro mar
Lá eu caio, levanto, não vou me machucar

Vou paquerar a gatinha no quiosque
Que não para de me olhar
Eu fico piscando, chamando, azarando
Mas ela em manda passear

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts