exibições 1.001

Leite, Café Pingado

Luciano


O aroma fumegando do bule
Invade por toda minha alma
Em singular dia entabule
É harmonia que acalma

A velha mesa, uma chávena
O breu ainda acordado
Compondo rimas avena
Neste aroma adejado

É agradável e apetecível
Este cenário cognoscível
De tal perfume irresistível

Tudo singelo e delicado
O silêncio jamais quebrado
Leite, café pingado...Poesia.
(Amanhece mais um dia).

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: LUCIANO SPAGNOL. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog